Voltar
software by
Contabilidade e Fiscalidade

O que é o Confirming e para que serve?

Confirming o que é e para que serve?

Numa altura em que manter a tesouraria das empresas no “verde” é, mais do que nunca, crucial, estudar as melhores ferramentas e apoios para melhorar a gestão de tesouraria. É este o grande objetivo do confirming: um serviço com a finalidade de otimizar a gestão financeira.

Tratando-se de um serviço de gestão de pagamentos prestado por entidades financeiras, com a finalidade de facilitar o negócio entre empresas e fornecedores, o confirming é, no fundo, um acordo contratual entre um banco e uma empresa.

O que é e como funciona o confirming?

Ajudar as empresas a gerir, de forma simples, os pagamentos aos seus fornecedores: é a essência deste serviço que possibilita a antecipação de pagamentos, por parte da empresa, referentes à venda de bens e prestação de serviços aos fornecedores.

O que é o confirming?

Ao facilitar o pagamento das compras – e possibilitando ao cliente a transmissão das ordens de pagamento a prazo à entidade financeira –, é da responsabilidade da entidade gerir todo o processo, comunicando aos fornecedores a informação relativa ao pagamento. No fundo, a entidade financeira adianta o pagamento das faturas aos fornecedores, antes do seu vencimento.

Trata-se de uma forma de reforçar a relação entre clientes e fornecedores, refletida no facto da entidade financeira oferecer aos seus clientes a facilidade da gestão de pagamentos de faturas pendentes.

Como funciona?

Imagine que gere um negócio com várias faturas pendentes a fornecedores. Por não conseguir realizar o pagamento de forma imediata, tem a opção de contratar o serviço de confirming, oferecido por entidades financeiras. Estas ficam, então, responsáveis por pagar as dívidas da sua empresa, adiantando o pagamento aos seus fornecedores.

A entidade financeira envia ao fornecedor uma notificação a informar do pagamento das faturas do seu cliente, oferecendo os serviços de pagamento. No fundo, funciona desta forma:

  • O cliente (empresa) contrata o serviço e emite as ordens de pagamento.
  • A entidade financeira (banco) envia os avisos de pagamento ao fornecedor, oferece a possibilidade de antecipação das faturas e fica responsável pelo pagamento.
  • O fornecedor é notificado pelo banco sobre o aviso do pagamento a prazo e tem a opção de antecipar – ou não – os créditos.

De seguida, a entidade financeira liquida os montantes que constam das ordens de pagamento, de acordo com as instruções recebidas.

As vantagens do confirming

Através do serviço de confirming, o cliente faz a gestão, de forma simples e eficaz, dos pagamentos aos seus fornecedores. E as vantagens – tanto para empresas como fornecedores – são diversas:

Para a empresa

  • Melhoria as relações empresariais com os fornecedores;
  • Redução de erros e poupança de recursos nos processos administrativos;
  • Otimização da capacidade de negociação de prazos e pagamento e condições de preço;
  • Minimização do risco de incumprimento;
  • Melhoria da imagem da empresa junto dos fornecedores, por ser capaz de assegurar os pagamentos das faturas;
  • Gestão de faturas feita externamente, o que resulta na poupança de tempo e recursos da empresa.

Para as empresas, uma das grandes desvantagens é a perda do controlo dos pagamentos, podendo resultar em complicações a gestão de tesouraria.

Para os fornecedores

  • Pagamentos antecipados dos valores faturados;
  • Acesso a uma forma de financiamento simples, com condições favoráveis;
  • Flexibilidade de negociação: é possível negociar a antecipação de uma ou várias faturas e em datas distintas;
  • Garantia de pagamento das faturas.

E o impacto na contabilidade?

É certo que uma gestão financeira controlada e a tesouraria saudável dependem, muitas vezes, da monitorização do estado do negócio em tempo real – além da possibilidade de prever como poderá evoluir no futuro.

É este controlo que tanto empresários como contabilistas procuram. Hoje, o contabilista assume, cada vez mais, o papel de consultor de negócios e esta gestão rigorosa ajuda, em muitos casos, a antecipar cenários de riscos e estratégias de melhoria.

Com a saúde da tesouraria sempre controlada, o contabilista entra realmente numa nova era de gestão, cujo papel passa pela projeção do futuro e apoio nas decisões financeiras mais estratégicas. E com informação sempre atualizada sobre o fluxo de caixa, o controlo da liquidez deixa de ser uma preocupação para empresários e menos uma dor de cabeça noutros processos que envolvem o contabilista.

A plataforma colaborativa que simplifica a contabilidade e a gestão

Uma gestão de tesouraria bem estruturada é essencial para manter um negócio saudável.

Com o ROSE Accounting Services, uma plataforma cloud de gestão e contabilidade colaborativa, Empresas e Escritórios de Contabilidade trabalham em conjunto, a qualquer hora e lugar, na mesma plataforma. Os fluxos de informação tornam-se mais simples, rigorosos e instantâneos.

Numa única plataforma, caso seja contabilista, pode fazer toda a gestão do seu Escritório de Contabilidade, bem como acompanhar os seus clientes em todo os processos de contabilidade e reporte fiscal, gestão de ativos e processamento salarial. Mas com o benefício de o fazer mais rápido e com menos esforço do que está habituado. E tem ainda o apoio de mecanismo de inteligência artificial que o ajudam no apoio à gestão dos seus clientes. Peça já a sua demonstração gratuita.

Se for empresário, tem aqui uma plataforma para controlar todos os processos de faturação e logística e gerir toda a área financeira, para que além do confirming tenha a ferramenta certa para o apoiar na gestão. E tudo isto com o seu contabilista por perto. Apenas tem de lhe pedir acesso ao ROSE AS aqui.

Partilhe este artigo:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Trabalhe numa plataforma cloud colaborativa e integrada, onde e quando quiser.

Outros artigos do seu interesse

Contabilidade e Fiscalidade

Modelo 22 de IRC: Tudo o que precisa de saber

Uma das declarações essenciais para qualquer escritório de contabilidade é o Modelo 22. Este artigo contempla todas as informações essenciais sobre o mesmo e as alterações no ano vigente.