Voltar
software by
Gestão e Negócios

Como escolher o contabilista certificado para o seu negócio?

A abertura de um negócio próprio será possivelmente uma das maiores decisões a serem tomadas na vida e o objetivo é que tenha sucesso. Ora, o sucesso de qualquer negócio passa por uma gestão acertada e cuidada e o contabilista certificado será o parceiro primordial para o conseguir. 

A escolha do contabilista certificado certo será a primeira grande decisão que o empresário tomará na gestão da sua empresa e neste artigo ajudamo-lo a fazê-la.

Quando é obrigatório ter um contabilista certificado?

Ter um contabilista certificado a cuidar do negócio nem sempre é obrigatório, apesar de não deixar de ser uma peça essencial em todos os casos.

São obrigados a contratar um contabilista certificado todos os sujeitos passivos que adotem ou sejam obrigados a adotar a contabilidade organizada como regime de tributação.

O regime de contabilidade organizada é obrigatório:   

  • para todas as empresas que sejam constituídas sob a forma de sociedade;
  • para os restantes sujeitos passivos cujos rendimentos anuais ultrapassem 200 mil euros em dois anos consecutivos ou esse valor em mais de 25% num só exercício.

Não obstante, qualquer sujeito passivo pode optar por ter contabilidade organizada quer no momento de abertura da atividade, quer em qualquer dos anos seguintes, desde que o comunique às Finanças até ao fim de março desse ano. Caso não façam essa opção, são automaticamente enquadrados no regime simplificado de tributação.

No regime simplificado, os sujeitos passivos podem tratar pessoalmente das suas contas e obrigações declarativas, mas é aconselhado que consultem um contabilista de tempos a tempos para tirarem dúvidas e evitarem multas ao entregarem algumas situações incorretas, bem como beneficiar do apoio de gestão destes profissionais especializados.

Aspetos a ter em conta na escolha de um contabilista certificado

A decisão do contabilista certificado certo deve ser bem ponderada, dado que a sua prestação será decisiva para o sucesso ou insucesso do negócio. Deixamos aqui alguns aspetos a considerar.

Adequação da experiência ao negócio

É sempre importante escolher um contabilista certificado que tenha provas dadas da sua competência, mas mais importante do que os anos de experiência é o tipo de experiência que este tem.

Um contabilista certificado que já tenha alguma experiência na mesma área de negócio, ou, pelo menos, numa muito próxima, será mais capaz de reconhecer os problemas que poderão surgir e ter mais assertividade e certeza no aconselhamento para a sua resolução.

A escolha de um profissional especializado em certas áreas ganha ainda mais relevância em negócios com muitas especificidades, como é o conhecido caso da restauração, por exemplo, nos quais um deslize pode representar grandes perdas, evitáveis com informação e planeamento prévios. 

Além disso, ao escolher um contabilista que se especialize em empresas com dimensão similar à da sua, o empresário garantirá que este está preparado para responder intuitivamente às necessidades da mesma a nível dos procedimentos e recursos humanos necessários.

Oferta de serviços de valor acrescentado

Cada vez mais, a tendência é que o contabilista seja menos o elemento que trata da burocracia e entrega as contas da empresa e mais um elemento parceiro na tomada de decisões do negócio.

Além dos serviços base de  registo das transações mensais, fechos de contas e entrega das declarações fiscais obrigatórias, que, em si, envolvem a cada passo a necessidade de menos papelada, cada vez mais as empresas necessitam de informação para sobreviverem.

A escolha do contabilista deverá, então, considerar um novo papel do profissional: o de consultoria e apoio à gestão para que o empresário possa não só tomar as decisões mais rentáveis (além das legais), como também mais atempadas ao ritmo da economia, do mercado e da concorrência.

Relação serviço-preço

No mercado português, os preços entre contabilistas certificados não são extremamente díspares, mas convém fazer uma avaliação atenta de várias propostas para aferir qual será a mais adequada à realidade do negócio.

É importante, como referimos, analisar que tarefas administrativas a empresa não consegue suprir internamente e escolher o contabilista certificado cujo leque de serviços seja o mais benéfico possível, pelo preço mais equilibrado.

Além disso, ao escolher um contabilista cuja experiência seja relevante, uma vez que o profissional sabe exatamente o trabalho que terá de dedicar ao negócio em questão, o preço que cobrar será o mais justo possível para a sua realidade.

Compatibilidade do software utilizado

Cada contabilista certificado tem um software preferencial e é muito mais provável que tenha de ser o empresário a adaptar-se à realidade do contabilista.

No entanto, é também possível a extração de ficheiros de formato normalizado para importar as informações da faturação para a contabilidade, mas haverá sempre duplicação de trabalho no lançamento de documentos, nem que sejam os das compras de mercadorias.

A solução para o empresário será trabalhar no mesmo sistema de informação que o seu contabilista, no mesmo software. Melhor será a opção por um software de gestão colaborativa baseado na cloud que permita que a informação flua automática e imediatamente entre o empresário e o seu contabilista.

Localização

Se até há pouco tempo, ter o contabilista certificado por perto era um imperativo para quase todas as empresas, com a crescente desburocratização dos processos fiscais e o crescimento do modelo de trabalho de escritórios de contabilidade digitais, hoje em dia, já não é uma preocupação.

Deste modo, o empresário não necessitará de estar limitado em termos geográficos como acontecia há uns anos atrás, atentando em vez disso à sua proposta de valor.

Contabilidade colaborativa adaptada à transformação digital graças ao ROSE Accounting Services

A sua relação com o contabilista certificado vai ser mais próxima se o mesmo adotar o ROSE Accounting Services, uma plataforma digital revolucionária que assenta na filosofia de contabilidade colaborativa, em que empresário e contabilista têm acesso aos mesmos dados em tempo real e conseguem colaborar online de forma fácil e intuitiva.

Graças ao poder da cloud, conseguirá aceder às informações mais atualizadas da sua empresa em qualquer lugar, a qualquer hora e com qualquer dispositivo, seja um computador, um tablet ou um smartphone. Portanto, opte por um contabilista que trabalhe com o ROSE – ou encontre o contabilista certificado ideal para o seu negócio e peça-lhe para fazer uma demonstração gratuita!

Tags:
Partilhe este artigo:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Trabalhe numa plataforma cloud colaborativa e integrada, onde e quando quiser.

Outros artigos do seu interesse

Pessoas e Remunerações

Isenção de horário de trabalho

Esclareça todas as suas dúvidas sobre a isenção de horário de trabalho, desde o que é às suas modalidades, aplicabilidade, regras e salário.